Seria muito bom

Os encontros reais com pessoas que encontramos na internet são sempre um risco, devemos tomar muito cuidado, marcar em local movimentado e se possível não ir sozinho, minha amizade virtual com a Cacá estava no estagio de marcar algo ao vivo, tinha começado com uma brincadeira e estava ficando interessante, ela marcou em um barzinho e pedi para um amigo ir comigo, uma equatoriana pequena, magra, pele clarinha, olhos pretos. Neste dia estava com uma quantia elevada de dinheiro numa pequena bolsa que acabei esquecendo no carro dela enquanto íamos conhecer a pequena cidade dela. Realmente uma mulher interessante e depois de muitas conversas e chopes, meu amigo perguntou se ela não tinha medo de encontrar um homem que Sá conhecia virtualmente, ela riu e disse que uma vida sem aventura era uma vida sem graça, ele insistiu que um destes encontros assim poderia ser um estuprador, ela respondeu olhando fixamente nos meus olhos, se fosse estuprada por mim, seria muito bom. Voltando para minha cidade ela ligou avisando que esqueci a carteira no carro dela e sugeriu um cinema no dia seguinte. Fomos assistir um romântico, compramos pipocas, antes mesmo de começar a sessão, ela deixava cair pipocas entre os seios e nas coxas, estava de minissaia e perguntou se eu podia ajudar a pegar as pipocas sem as mãos, até hoje não sei o titulo do filme, beijos e caricias o filme inteiro e logo acendeu as luzes, ao sair sugeriu continuar em um drive-in. Era minha primeira vez em um drive-in, no banco de trás do carro dela, ficou totalmente nua, um corpo perfeito nos mínimos detalhes, parecia uma boneca, fui beijando e tocando, enfiei meu dedo nela, apertou que achei que quebraria meu dedo, isso me deu uma vontade louca de sentir este aperto no meu pau, sentei ela no meu colo e enfie meu pau, foi uma delicia, metemos por duas horas e fui levar ate nosso ponto de encontro, onde deixava meu carro. Na manha seguinte liguei e ela disse que tínhamos exagerado, na cidade dela, os casais vão para o drive-in para namorar e não para transar, mas que podíamos quebrar esta regra toda semana se eu tivesse gostado do corpo dela. Teremos muitas historias com a Cacá e nossas aventuras.

6 thoughts on “Seria muito bom

  • Mel

    Oi pessoal, meu nome simplificado: Mel. Sou casada, adoro meu marido, nunca o traí, ele me basta …. me satisfaz. PORÉM eu adoro bucetinha rsrs …. Minha primeira experiência com mulher, aconteceu aos 18 anos e uns meses. Estava eu, sozinha em casa. Bateu na porta fui atender, era minha colega da escola, amiga Lu. Ela entrou de boa, até então eu não sabia que Lu era Lesbica, e gostosa… rsrsrs… A tarde estava calor, pedi licença e fui tomar um delicioso banho, não tenho pressa, adoro banhar-me. Passou uns 3 minutos vi a porta abrir, Lu entrou tranquila, parou uma certa distância, não disse nada, ficou me olhando banhar-me. Confesso que de inicio me senti um pouco desconfortada. Enfim, terminei, e, ao desligar o chuveiro, a Luzinha veio ao meu encontro com a toalha na mão, beleza pensei, é gentileza da amiga ….. Não entregou, começou secar meus cabelos, enfim, me puxou pelas mãos me levou até o sofá, ligou o ar condic… e me fez deitar….. achei estranho mas confesso que senti arrepios, tipo tesão, ao imaginar o que ia rolar. Não deu outra, eu já deitada, Lu…. pegou minha perna, puxou colocou meu pé no chão. A outra perna levantou e colocou meu calcanhar sobre o encosto do sofa. Aí senti tesão, pois minhas coxas estavam abertas e, a buceta estava a mostra. Lu olhou, vi que lambeu os lábios mas não teve pressa, com calma ajoelhou, beijou e beijou meu rosto, foi até a boca, com carinho beijou-me os lábios, pediu-me para abrir a boca e colocar a lingua pra fora, assim fiz. Num golpe certeiro Luzinha entrelaçou nossas liguas, num suga suga frenético, o Tesão tomou conta de nós, Deliciaaaa…. Lu foi ao meu pescoço, entre lamdidas e beijos intercalados….. Eu estava amando aquela primeira experiencia com Lésbica. Lu… foi aos seios, acariciava, chupava, mordiscava, eu gemia e gritei, Lu continuou, desceu a mão e massageou meu grelo duro, quase gozei, Lu experiente deu um tempo no grelo pra eu não gozar …. com calma deu uns beijinhos nos mamilos duros, então começou a descer chupando lambendo, barriga, minhas coxas tremiam, Lu… chegou com Boca quente próximo meu grelo, gritei, Lu safada desviou, foi lamber uma e outra virilha, delirei …. Lu afastou olhou minha buceta piscando muito, sorriu me chamou de safadinha dela. Passou a gulosa lingua, de baixo pra cima e, abocanhou meu grelo Uiiiiiiiiiiiiiiiiiiii foi poucas sugadas não resisti, gozei muito, que deliciaaaaa, nunca tinha gozado tanto assim. Relaxei e pensei, acabou, bora tomar banho, mas não. Lu pediu para me levantar, ela deitou no sofá de coxas abertas, e mandou eu fazer tudo de bom que ganhei. Eu topei, Lu… ajudou me conduzindo, fiz tudo, amei, por fim Lu… gozou muito na minha boca. Amigos e amigas Leitores, eu confesso que viciei em boceta … rsrsrs … Beijos a todos. Beijão.

  • Mel

    Oi pessoal, meu nome simplificado: Mel. Sou casada, adoro meu marido, nunca o traí, ele me basta …. me satisfaz. PORÉM eu adoro bucetinha rsrs …. Minha primeira experiência com mulher, aconteceu aos 18 anos e uns meses. Estava eu, sozinha em casa. Bateu na porta fui atender, era minha colega da escola, amiga Lu. Ela entrou de boa, até então eu não sabia que Lu era Lesbica, e gostosa… rsrsrs… A tarde estava calor, pedi licença e fui tomar um delicioso banho, não tenho pressa, adoro banhar-me. Passou uns 3 minutos vi a porta abrir, Lu entrou tranquila, parou uma certa distância, não disse nada, ficou me olhando banhar-me. Confesso que de inicio me senti um pouco desconfortada. Enfim, terminei, e, ao desligar o chuveiro, a Luzinha veio ao meu encontro com a toalha na mão, beleza pensei, é gentileza da amiga ….. Não entregou, começou secar meus cabelos, enfim, me puxou pelas mãos me levou até o sofá, ligou o ar condic… e me fez deitar….. achei estranho mas confesso que senti arrepios, tipo tesão, ao imaginar o que ia rolar. Não deu outra, eu já deitada, Lu…. pegou minha perna, puxou colocou meu pé no chão. A outra perna levantou e colocou meu calcanhar sobre o encosto do sofa. Aí senti tesão, pois minhas coxas estavam abertas e, a buceta estava a mostra. Lu olhou, vi que lambeu os lábios mas não teve pressa, com calma ajoelhou, beijou e beijou meu rosto, foi até a boca, com carinho beijou-me os lábios, pediu-me para abrir a boca e colocar a lingua pra fora, assim fiz. Num golpe certeiro Luzinha entrelaçou nossas liguas, num suga suga frenético, o Tesão tomou conta de nós, Deliciaaaa…. Lu foi ao meu pescoço, entre lamdidas e beijos intercalados….. Eu estava amando aquela primeira experiencia com Lésbica. Lu… foi aos seios, acariciava, chupava, mordiscava, eu gemia e gritei, Lu continuou, desceu a mão e massageou meu grelo duro, quase gozei, Lu experiente deu um tempo no grelo pra eu não gozar …. com calma deu uns beijinhos nos mamilos duros, então começou a descer chupando lambendo, barriga, minhas coxas tremiam, Lu… chegou com Boca quente próximo meu grelo, gritei, Lu safada desviou, foi lamber uma e outra virilha, delirei …. Lu afastou olhou minha buceta piscando muito, sorriu me chamou de safadinha dela. Passou linha de baixo pra cima e, abocanhou meu grelo Uiiiiiiiiiiiiiiiiiiii poucas sugadas não resisti, gozei muito, que deliciaaaaa, nunca tinha gozado tanto assim. Relaxei e pensei, acabou, bora tomar banho, mas não. Lu pediu para me levantar, ela deitou no sofá de coxas abertas, e mandou eu fazer tudo de bom que ganhei. Eu topei, Lu… ajudou me conduzindo, fiz tudo, amei, por fim Lu… gozou muito na minha boca. Amigos e amigas Leitores, eu confesso que viciei em boceta … rsrsrs … Beijos a todos. Beijão.

  • Mel

    Sei apreciar o que é bom rsrsrs

  • Mel

    Sou casada, mas adoro uma bct rsrsrs Cuidados sempre.


Deixe uma resposta

Faça parte desta comunidade

Registre se e encontre muitos parceiros.

Inscreva – se

SexNoAR SexNoAR será a maior rede social adulta e com isso oferece a oportunidade de simplesmente acelerar o processo para conhecer pessoas, venha participar.

Registre se Agora

Developer by SexNoAR