Minha primeira negra

Muito distante de preconceito com as mulheres com mais melanina que eu, minha sorte com mulheres negras nunca foi muito boa, sou muito branco e acho que elas não sentiam atração por um branquelo. Em nada me importa a cor das pessoas, quero mais é fazer amor e às vezes sexo mais forte. Conheci a Lúcia em um chat de provedor, ela não entrou em detalhes e nem eu sobre cor e falamos muito de fazer um sexo bem gostoso logo no primeiro encontro. Busquei na porta do apartamento dela, ao entrar no carro disse que nunca tinha saído com um homem tão branco, observando minhas pintinhas quis saber se não irritava a pele, contei que as pintinhas dela era muitas e se juntaram fazendo aquela cor linda negra. Perguntei se tinha certeza de irmos direto para o motel, ela disse que não perderia por nada ver uma rola branca entrando nela. Foi divertido, ela não parava de olhar meu pau entrando e saindo. Afirmou que não imaginava que ia gostar tanto de dar pra um branco, quis chupar pra saber o gosto e falou que eu tinha cheiro diferente. Foi no mínimo uma experiência engraçada. Eu curti muito a mistura de cores e ao gozar nela, a porra aparece ser mais intensa. Viciei na cor, agora só saio com negras e tem outro detalhe, elas são as mais fogosas na cama.


Deixe uma resposta

Faça parte desta comunidade

Registre se e encontre muitos parceiros.

Inscreva – se

SexNoAR SexNoAR será a maior rede social adulta e com isso oferece a oportunidade de simplesmente acelerar o processo para conhecer pessoas, venha participar.

Registre se Agora

Developer by SexNoAR