Vamos tentar com hidratante corporal

Estava muito distraído em uma estação de trem, até que senti um perfume doce e irresistível, acho que era importado, virei pra descobrir de quem vinha aquele cheiro bom e deparei com uma moça magra, de cabelos curtos e olhos verdes me olhando. Fui até ela e percebi que ficou tímida com minha aproximação. Muito prazer, fui logo me apresentando, este perfume me conquistou e quero saber mais de ti, ela abriu a bolsa, pegou uma caneta e anotou um numero de telefone em um cartão de visita que estava também na bolsa, disse que podia ligar a noite, ela entrou no primeiro trem e ficou me olhando. Liguei na mesma noite e falamos ate amanhecer sobre tudo e ela admitiu que adorava chupar, marcamos de sair na próxima sexta-feira à noite. Busquei perto da casa onde morava, perguntei onde ela gostaria de ir, foi bem direta e disse que eu podia levar e fazer tudo com ela naquela noite, ela era todinha minha, pensei logo em comer o cuzinho dela, mas decidi não falar nada e fomos para um motel ali perto. Ela deitou na cama e falou que estava com vergonha de ter falado que adorava chupar, isso deixou meu pau duro imediatamente, coloquei na boca dela e realmente chupava com gosto, lambendo a cabeça, passava a língua nele todo, chupou minhas bolas e engolia meu pau todo, aquilo estava bom demais e decidi melhorar fazendo 69, ela tinha uma bucetinha pequena, rosinha e delicada, toda depiladinha e sem nenhum cheiro, fiquei passando a língua e ela falou que queria meu pau dentro dela. Tiramos toda a roupa, deitei e ela veio por cima chupando novamente e pedi pra ela sentar no meu pau, ela pediu mais um tempinho de chupada, e sentou metendo o pau todo nela, ficou dez minutos bombando e disse que já estava com saudade de chupar, nisso ficou alternando entre chupada e metidas por cima. Quando ela cansou, virou de quatro e falou pra eu meter e gozar dentro da buceta dela que depois ela secava com a língua se sobrar porra. Vendo aquele cuzinho rosa com ela de quatro, passei a cabeça do pau, ela deu uma travada e disse que nunca tinha feito anal, que não tinha coragem, respeitei sem deixar de enfiar meu dedo nele, ela gemia e piscava o anus, isso estava me deixando doido de tesão. Ela perguntou se eu conseguia para e tirar caso doesse muito, lógico que concordei, colocar a cabeça já seria um tesão, mas ela não relaxava e não entrava nem forçando, ela parecia determinada e me dar aquele rabo rosado, pegou a bolsa, tirou um creme hidratante e me deu falando, vamos tentar com este creme, passei no pau e no rego dela, realmente funcionou ou ela conseguiu relaxar um pouco, entrou metade do meu pau, ela disse que não aguentava mais, mas não era pra tirar, disse que queria curtir aquela dorzinha gostosa mas eu teria que gozar dentro dela e deixar lá. Que delicia de mulher, fomos pro banho, eu queria passar a noite com ela, ela quis ir pra casa dela, disse que estava doendo muito ainda.


Deixe uma resposta

Faça parte desta comunidade

Registre se e encontre muitos parceiros.

Inscreva – se

SexNoAR SexNoAR será a maior rede social adulta e com isso oferece a oportunidade de simplesmente acelerar o processo para conhecer pessoas, venha participar.

Registre se Agora

Developer by SexNoAR